DIOCESE
Bispo
 
Bispo

“Pai, nas tuas mãos eu entrego o meu espírito” (Lc 23,46)

Francisco Carlos Bach nasceu no dia 4 de maio de 1954 na cidade paranaense de Ponta Grossa (PR). Foi o terceiro de quatro irmãos: Iolanda Maria, João Paulo e Marcos Fernando. Quando criança, frequentou a Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, levado por seus pais - Francisco Bach e Helena Denchura Bach - e foi ali que Francisco teve os primeiros contatos com o Altar. Sempre muito extrovertido e estudioso, Francisco foi um menino feliz com facilidade de criar laços. Na época, muito criança, Francisco tinha seus interesses divididos entre o futebol e o serviço à Igreja. “Provavelmente a minha vontade de ser coroinha estava mais ligada no time formado pelos coroinhas do que pelo serviço ao altar. Mas Deus tem os seus caminhos”, conta o Bispo. Certa vez, em um dos dias de trabalho de coroinha, Francisco foi questionado por um sacerdote sobre o que pensava sobre o futuro de sua vida. A resposta foi rápida e firme: “Quero ser médico para aliviar as dores das pessoas”.

Algum tempo depois, o mesmo padre que havia lhe feito a pergunta também o convidou para entrar no seminário, dizendo que lá seria um local onde aprenderia a aliviar realmente as dores das pessoas. Sabendo que nesse lugar tinha campo de futebol, rios e muito espaço verde, o pequeno Francisco começou a pensar melhor na proposta do padre e decidiu dizer sim ao convite. Não foi fácil conversar os pais, pois na época ele ainda era o caçula da família, com nove anos. Muitas conversas depois, Francisco diz recorda-se do último argumento encontrado para convencer a família: “Deus vai mandar outro em meu lugar”. Depois disso entrou para o Seminário Menor Diocesano São José no ano de 1964, em Ponta Grossa. Dois anos depois o casal Francisco e Helena foi agraciado com a vinda de mais um filho, o pequeno Marcos Fernando.

INICIO DA VIDA SACERDOTAL
Após ingressar no seminário, Francisco percebeu realmente sua vocação. Terminado o Seminário Menor, em Ponta Grossa, cursou Filosofia no Seminário Maior Rainha dos Apóstolos, em Curitiba, e cursou Teologia no Studium Theologicum. Foram 13 anos de estudo até sua ordenação sacerdotal no dia 3 de dezembro de 1977, por Dom Geraldo Micheletto Pellanda. No ano seguinte, assumiu a Paróquia São Jorge, onde foi pároco até 1979. Depois disso foram diversas funções em diversos locais diocesanos. Foi professor e reitor de seminário, ecônomo, vigário paroquial, juiz auditor da Câmara Eclesiástica, membro de Câmara Eclesiástica, administrador diocesano etc. Francisco Carlos Bach realizou seu Mestrado em Direito Canônico na Universidade de Santo Tomás de Aquino, em Roma entre 1985 e 1987.

ORDENAÇÃO EPISCOPAL
No dia 27 de julho de 2005, Francisco Carlos Bach foi nomeado bispo pelo Santo Padre, o papa Bento XVI. Sua ordenação episcopal aconteceu no dia 27 de outubro do mesmo ano na Catedral de Ponta Grossa, sua cidade natal. Menos de um mês depois, no dia 24 de novembro, Dom Francisco tomava posse da Diocese de Toledo (PR), onde exerceu a função até ser designado como Bispo da Diocese de São José dos Pinhais (PR), em 2012. Em 2015, Dom Francisco assumiu duas funções, além de bispo de São José dos Pinhais, também foi administrador diocesano da Diocese de Paranaguá (PR). A dupla função durou seis meses, até a chegada de um no bispo na diocese do litoral paranaense.

LEMA EPISCOPAL
O lema episcopal é “In Manus Tuas” (“Pai, nas tuas mãos eu entrego o meu espírito”, tirado
de Lc 23,46). O objetivo do ministério episcopal é fazer com que cada pessoa sinta-se filho
amado de Deus e coloque sua vida nas mãos do Senhor, a exemplo do próprio Jesus Cristo e
da Virgem Maria.


Ministérios exercidos (todos eles na cidade de Ponta Grossa)
- Pároco da Paróquia São Jorge (1978-1979)
- Professor de Segundo Grau no Seminário Menor Diocesano São José (1978-1983)
- Ecônomo do Seminário Maior e Menor Diocesano São José (1978-1985)
- Coordenador da Ação Evangelizadora (1980 a 1983, 1984 a 1985 e 1992 a 1995)
- Vigário Paroquial da Catedral Sant´Ana (1980-1981, 1984-1985, 1999-2001 e 2005)
- Membro do Conselho Presbiteral e do Colégio de Consultores (1980-1985 e 1991-2005)
- Vigário Paroquial da Paróquia São Sebastião (1982-1983)
- Professor de Filosofia no IFITEME – Instituto de Filosofia e Teologia Mater Ecclesiae (1983 a 1985)
- Formador dos alunos de Filosofia e Teologia (1983 a 1985 e 1987 a 1991)
- Professor de Filosofia e Teologia no IFITEME – Instituto de Filosofia e Teologia Mater Ecclesiae (1987 a 2005)
- Juiz Auditor da Câmara Eclesiástica (1987 a 1995)
- Reitor do Seminário Maior e Menor Diocesano São José (1991)
- Vigário Geral da Diocese (1992 a 1995 e 2003 a 2005)
- Ecônomo da Diocese (1992 a 2005)
- Diretor Geral e Administrativo da Rádio Emissora Sant´Ana (1995 a 2005)
- Administrador Diocesano (1997-1998 e 2002-2003).

 
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2017 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.