NOTÍCIAS
Artigos e Formações
31.Out - A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída

A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída


Por Pe. Sergio da Silva. Cooordenador Diocesano de Pastoral


“A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída” é o tema da Campanha Missionária de 2017. É bastante sugestiva essa temática, em um tempo marcado pela necessidade de uma Igreja que anuncia o Evangelho com a alegria que brota do encontro com Jesus. Essa alegria é missionária, pois é a Boa Notícia desse encontro que deve ser partilhada com todas as pessoas que encontrarmos na grande caminhada da vida.


Segundo o Papa Francisco: “O cristão é um homem e uma mulher de alegria, com coração cheio de alegria. Não pode existir um cristão sem alegria! Quando em nossas paróquias, em nossas comunidades, nas nossas instituições encontramos pessoas que se dizem cristãos e são tristes, há algo errado. Devemos ajudá-los a encontrar Jesus, a tirar a tristeza, para que possamos viver a alegria típica do Evangelho de Jesus” (Missa na Casa Santa Marta, 23 de maio de 2016).


Jesus é uma pessoa tão próxima do ser humano, por isso ele se faz sempre presente. No Evangelho Ele mesmo deixa essa mensagem: “Eis que estarei convosco todos os dias, até o final dos tempos (Mt 28, 20). Na carta que o papa Francisco escreveu para motivar o Dia Mundial das Missões, 22 de outubro de 2017, ele salienta que “por meio da proclamação do Evangelho, Jesus torna-se sem cessar nosso contemporâneo, consentindo à pessoa que o acolhe com fé e amor experimentar a força transformadora do seu Espírito de Ressuscitado que fecunda o ser humano e a criação, como faz a chuva com a terra.”


Quem se encontra com Jesus torna-se forte, supera as dificuldades e fica mais resistente. Com Ele adquirimos coragem e confiança. O Papa Francisco, em sua Exortação Apostólica “A Alegria do Evangelho”, diz que a alegria é uma força de resistência muito eficaz (Cf. EG 263).  Não devemos deixar que nada tire essa alegria, muito menos deixar de anunciá-la ao mundo.


No que diz respeito à missão, o Papa também exorta e ensina: “A missão adverte a Igreja de que não é fim em si mesma, mas instrumento e mediação do Reino. Uma Igreja autorrefencial que se agrada dos sucessos terrenos não é a Igreja de Cristo, seu corpo crucificado e glorioso. Por isso mesmo, é preferível ‘uma Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas, a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças’ (EG 49)” (Papa Francisco, Mens. para o Dia Mundial das Missões – 2017).


Aproveitemos o mês missionário para nos conscientizar mais uma vez da importância de sermos discípulos missionários de Jesus Cristo. Ser uma Igreja da alegria, Igreja do encontro com todos os filhos amados de Deus, principalmente os mais necessitados. Igreja missionária, portadora da misericórdia e da compaixão, das atitudes mais próprias de Jesus, nosso Mestre e Senhor.  


 


 


Fonte: Revista Diocese Informa Outubro/2017

Indique a um amigo
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2019 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.