NOTÍCIAS
Notícias da Igreja
 
10.Dez - Dedicação e fé na hora de montar o presépio
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -

Desde a infância, a dona Maria da Conceição gosta de montar presépios. Esta foi uma tradição que aprendeu com a mãe. “Era uma alegria para a gente quando chegava a época de Natal”, conta entusiasmada. Falar com a senhora que hoje vive no bairro Boa Vista, em Joinville, nem sempre é fácil quando chega dezembro. Isso porque ela passa a maior parte do tempo na garagem de casa decorando e colocando cada imagem no seu devido lugar. “Faz alguns anos que comprei as imagens maiores e por isso, o tamanho do meu presépio também aumentou. Agora, são quase 35 metros quadrados”. 


A mesma alegria é compartilhada pelo seu Odair José Pandini. Ele participa da comunidade São José, do loteamento Jardim Franciele. Montava o presépio na capela e encantava quem participava das celebrações. Agora tem outra função. Também se dedica a preparar o presépio da paróquia Senhor Bom Jesus, do Aventureiro.  


E no bairro Comasa, são os vizinhos do seu Adair Feuser que não cansam de admirar a paisagem com tanto carinho e fé preparada pelas mãos habilidosas de Adair. Há dez anos ele resolveu colocar em prática aquilo que admirava no tio. Montar o presépio era um momento importante para a família. “Eu vou preparando tudo até o dia 24 de dezembro. Coloco uma imagem, invento alguma coisa. Faço isso porque é a maneira que encontro para viver o Advento e me preparar para receber Jesus. Enquanto monto, penso na vida, nas necessidades das pessoas”, relata Adair. 


História do presépio


Até 1223, a Igreja não permitia a representação litúrgica, porém, naquele ano, São Francisco de Assis pediu permissão para lembrar aos fiéis o nascimento de Jesus. Foi então que o primeiro presépio foi montado. A estrutura foi feita em uma gruta na Itália. No Brasil, a primeira vez que um presépio foi apresentado aos índios e colonos portugueses foi em 1552, pelo padre José de Anchieta. 


A recomendação da Igreja é que o presépio comece a ser montado no primeiro domingo do Advento e que seja desmontado no dia 6 de janeiro. Data em que os três Reis Magos, Baltazar, Gaspar e Belchior encontraram o menino Jesus e quando os católicos celebram a epifania do Senhor, que na prática representa a assunção humana de Jesus Cristo. 



Fotógrafo: divulgação

Fonte: Tatiana Sabatke / Pascom

Indique a um amigo
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2020 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.