NOTÍCIAS
Notícias da Igreja
 
17.Ago - Educação e comunicação, dois elementos fortes e unidos pela evangelização
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -

Lilian Amaral


Com o tema “Educar para Comunicação”, a décima edição do Mutirão Brasileiro de Comunicação reuniu em Joinville cerca de 800 pessoas para compreender a comunicação como instrumento do progresso humano, além de promover uma leitura crítica dos conteúdos disponibilizados pela mídia. Nesse cenário, os meios digitais surgem como um desafio, assim como uma oportunidade, como já adiantou na primeira noite do evento o prefeito da Secretaria para a Comunicação da Santa Sé, monsenhor Dario Vigannò.


Primeira a discutir o tema da Educomunicação durante o Muticom, a jornalista e doutora em Ciências de Comunicação pela Escola de Comunicação (ECA/USP), Irmã Helena Corazza, ressaltou a importância do assunto, principalmente no âmbito pastoral. “Modéstia parte, a comunicação é o fio de ouro que une as pastorais”, diz ela.


Corazza relembrou que na 35ª Assembleia Geral da CNBB, realizada em 1997, entre os compromissos e conclusões apresentadas no documento “Igreja e Comunicação rumo ao novo milênio”, estava a criação de pelo menos uma Pascom por paróquia. “Mas é importante pensar como eu recebo as mensagens? Como eu produzo? Esse poder precisa ser compartilhado, horizontal e não de cima para baixo”, explica.


Autora de alguns livros na área, a Irmã acredita que os meios de comunicação são as escolas sem muro, mas é preciso saber usá-los. “Na passagem dos discípulos do Emaús, Jesus nos ensina como e por onde começar a comunicação. Precisamos entender com quem estamos falando e usar a linguagem deles”, conclui ela.


 


Teoria e prática


Quase que dando sequência à fala da irmã Helena Corazza, o padre Maurício Cruz falou sobre as novas tecnologias na Educomunicação e destacou o Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil como uma importante ferramenta de gestão e construção dessa área.


Mestre em comunicação e doutorando na ECA (USP) também em comunicação, o padre entende que para vivenciar a prática é preciso, primeiro, entender alguns conceitos. “Somos todos educomunicadores. Por isso precisamos ser criativos para pensar ao mesmo tempo que executamos as atividades de  comunicação. As novas mídias são parte da realidade, precisamos compreendê-las e utilizá-las nos trabalhos pastorais”, reforçou Cruz.


 


Atividades culturais e oficinas


Entre um momento e outro, os participantes estão tendo a chance de conhecer algumas iniciativas culturais da cidade de Joinville. Neste segundo dia, o grupo de teatro Dionisos - que comemora 20 anos de atuação na cidade neste ano - apresentou-se para no palco do Muticom. Utilizando a arte do teatro, a apresentação levantou reflexões sobre a importância da comunicação no nosso cotidiano. A noite será encerrada com a apresentação do grupo Bolshoi do Brasil.


Durante dois dias, os participantes também podem participar de oficinas e aprimorar os conhecimentos em uma das áreas de interesse, como: assessoria de imprensa, programação informativa na rádio, culturas juvenis da Educomunicação, media training, comunicação católica, leitura crítica dos meios de comunicação, fotografia, as novas mídias e uso de aplicativos na evangelização.


Fotógrafo: Clenilson Kamradt

Indique a um amigo
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2019 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.