NOTÍCIAS
Notícias da Igreja
 
22.Nov - Festa de Cristo Rei é celebrada neste domingo
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Neste domingo, dia 24 de novembro, é comemorada a Festa de Cristo Rei. A solenidade marca o final do ano litúrgico da Igreja Católica. Em seguida, inicia-se um novo período, com o tempo do Advento. 

A festa foi instituída em 1925, pelo Papa Pio XI, em meio a uma fase, onde, na sociedade, haviam correntes contrárias aos valores cristãos. A celebração lembra que Deus reina sobre todas as coisas. 


Em vida, Jesus no dia de sua crucificação recebeu o título de “Rei dos Judeus” e uma coroa de espinhos, como uma forma de zombaria por quem não acreditava nele. "Aquele que foi abandonado por todos, zombado por todos, era justamente aquele tinha o poder de nos resgatar das trevas e levar-nos para o reino do filho amado, aquele por quem nós recebemos o perdão de todos os pecados", comenta padre Everton Klapouch, coordenador diocesano de pastoral. O sacerdote salienta que o reino que Cristo veio inaugurar transcende qualquer sentido de história. 

O padre Adenir Ronchi, pároco da Catedral São Francisco Xavier, em Joinville, explica que Jesus é a razão de toda a existência. “O barco referencial é Cristo. O Alpha e o Omega. O princípio e o fim. O ontem, hoje e sempre, ele é o senhor da história, o senhor da fé”. A festa de Cristo Rei convida para a fé, a confessar Jesus como rei, e a entender que a lei desse reino é o da paz, do amor e da justiça.

Final do ano C


A Igreja dividiu a liturgia em um ciclo de três anos: Ano A, Ano B e Ano C. E neste domingo, com a Solenidade de Cristo Rei, termina também o Ano C. A partir do primeiro domingo do  Advento, 1º de dezembro, o triênio de leituras recomeçará. No Ano A, as celebrações dominicais se dedicam ao Evangelho de São Mateus; no Ano B, ao Evangelho de São Marcos; e no Ano C, ao Evangelho de São Lucas. O Evangelho segundo São João é lido no tempo da Quaresma, da Páscoa, e em algumas ocasiões e domingos do tempo comum.

Dia do leigo


Na mesma data, desde 1991, é celebrado também o Dia Nacional dos Cristãos Leigos. Como batizados e enviados, esses fieis possuem um papel importante na igreja e na sociedade. Os leigos tem como vocação ser missionários, repercutindo a palavra de Deus, em meio as dificuldades que o mundo oferece.

Em ocasião a comemoração, o bispo de Tocantinópolis (TO) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato, enviou uma mensagem aos cristãos leigos e leigas. Confira a carta divulgada pela CNBB:

Presidente da Comissão para o Laicato envia mensagem aos cristãos leigos pelo seu dia. Foto: CNBB.


Amados irmãos, amadas irmãs,

Cristãos, leigos e leigas, espalhados Brasil, graça e paz!

No próximo domingo vamos celebrar a solenidade de Cristo Rei do Universo. Neste dia também a Igreja no Brasil celebra o Dia Nacional dos Cristãos Leigas e Leigas. Como presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato da CNBB quero cumprimentar a todos pelo protagonismo na evangelização. Isto acontece por meio do testemunho de fé, no cotidiano da vida. Também na vida profissional, na participação nos espaços eclesiais, como a animação de comunidades eclesiais, nas pastorais sociais, nos movimentos eclesiais e associações laicais, nas comunidades novas e nas ações coletivas organizadas na sociedade.

Neste ano, a Igreja no Brasil refletiu na sua Campanha da Fraternidade o tema das Políticas Públicas. Merece destaque o forte chamado da presença cristã e, de modo especial dos cristãos leigos, nos aerópagos modernos: na família, no mundo do trabalho, na política, na economia, no meio ambiente, na cultura, na educação, na comunicação e em muitos outros lugares desafiadores. Acompanhar esta presença dos cristãos leigos na Igreja e na sociedade, ser presença de comunhão, oferecer formação junto a esses homens e mulheres de fé, em seus espaços de missão, é a missão da Igreja, é a missão da CNBB é a minha missão como presidente da Comissão do Laicato.

Quero agradecer a todos e todas pelo testemunho e pela alegria com que vocês vivem a vocação batismal e o testemunho de serem sujeitos eclesiais na Igreja e também na sociedade. Quero desejar a todos uma frutuosa celebração no Dia Nacional dos Cristãos Leigos.

Um grande abraço e minha bênção a todos!

Dom Giovane Pereira de Melo
Bispo de Tocantinópolis (TO)
Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato 



Fonte: Viviane Antunes/ Comunicação

Indique a um amigo
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2019 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.