NOTÍCIAS
Notícias da Igreja
 
21.Mai - Seminário Regional reúne representantes das Pastorais Sociais em Iomerê (SC)
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -

Entre os dias 17 e 19 de maio a cidade de Iomerê (SC) recebeu representantes das dioceses do Regional Sul 4 da CNBB para o Seminário Regional das Pastorais Sociais de Santa Catarina. Durante o evento foi trabalhada a temática ‘Incidência Política das organizações da Sociedade Civil’. O Seminário é organizado pela articulação das Pastorais Sociais de Santa Catarina em parceria com o Centro de Assessoria e Apoio a Iniciativas Sociais (CAIS). O encontro é fruto das reflexões trazidas pela Campanha da Fraternidade 2019 que teve como temática ‘Fraternidade e Políticas Públicas’. 

“Incidir é provocar mudanças.”

Com essas palavras, Adriano Martins, do CAIS, iniciou o segundo dia de atividades do encontro. “A Igreja sempre abraçou a ideia do serviço, do assistencialismo. Esta ação resolve o problema de forma rápida, mas não permanente. Através da Incidência Política é possível influenciar outros atores políticos na perspectiva de que as ações possam atingir um maior número de pessoas e de forma constante”, relatou Adriano Martins.

De acordo com o assessor, é necessário perceber que a Incidência Política traz um novo olhar que, ao invés do assistencialismo, busca um acesso, através de ações políticas, na vida das pessoas. “O caminho da Incidência não é direto e não é apenas um serviço. É um caminho que tenta influenciar, a partir de fatores e atores políticos, na tentativa de impactar a vida das pessoas e da sociedade”, disse o assessor.

Metodologia – Através de atividades, reflexões e diálogo, o assessor apresentou na manhã de sábado (18 de maio), o ciclo da Incidência Política que se manifesta desde a identificação dos problemas; passando pela análise, planejamento e implementação de ações que tenha mensagens claras com o uso de leis e diretrizes jurídicas até chegar à avaliação e aprendizados com o processo.

Avaliação da realização da Campanha da Fraternidade 2019

Durante o Seminário das Pastorais Sociais os participantes representando oito dioceses catarinenses também avaliaram a realização da Campanha da Fraternidade 2019. 

De acordo com os representantes das dioceses, foi positivo a utilização dos materiais produzidos para a Campanha, como o texto-base, cartilhas para grupos de família e via-sacra. Os participantes também avaliaram como positiva a temática trabalhada, evidenciando a importância da Igreja refletir com a sociedade a importância da implementação de Políticas Públicas.

Nas Dioceses, foram observadas um maior incentivo na participação dos Conselhos de Direitos e ao mesmo tempo, a construção de espaços, como Audiências Públicas e Conferências, para se discutir Políticas Públicas. Foi destacado a criação e ao mesmo tempo a falta, em algumas Dioceses, de uma equipe que possa articular e animar a Campanha da Fraternidade em nível diocesano. Segundo os participantes, a equipe viabiliza uma maior agilidade no processo de realização da Campanha.

Também as atividades em nível Regional foram lembradas durante a avaliação. Desde o Seminário Regional; a Sessão Especial em homenagem a Campanha, em parceria com a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC) e uma Audiência Pública, também em parceria com a ALESC, que acontece no próximo dia 11 de junho.


Fonte: CNBB Sul 4

Indique a um amigo
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2019 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.