NOTÍCIAS
Notícias Diocesanas
 
24.Set - Bispo apresenta revitalização do CPP e CPC
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Durante a 44ª Assembleia Diocesana de Pastoral, o bispo de Joinville, Dom Francisco Carlos Bach anunciou mudança para o CPP, Conselho Paroquial de Pastoral, e para o CPC, Conselho Comunitário de Pastoral.  As siglas terão um “M” acrescentado, representando um compromisso maior com a missionariedade. Assim, passam a se chamar CMPP (Conselho Missionário Paroquial de Pastoral) e CMPC (Conselho Missionário Comunitário de Pastoral). 

O objetivo da mudança é fortalecer os conselhos de pastoral, que como avalia o bispo, não estão atuantes na maioria das paróquias. "Eu não acredito em um trabalho sério de evangelização, numa comunidade paroquial, se não existir um conselho de pastoral forte. Corremos o grande risco, se isso não for feito, de permanecer na mesmice de gente que não pensa em pastoral e continua fazendo, a seu modo, apenas um trabalho sacramental", declarou o religioso durante a assembleia. 


Dom Francisco comentou que o trabalho deve ser feito em conjunto e não cabe só aos sacerdotes: “porque não é só o padre que tem o espírito santo, os leigos também têm”. Segundo o bispo, o padre é importante para propor ideias, encontrar os meios e os caminhos, mas quem deve fazer acontecer é quem está à frente das pastorais, dos movimentos, do conselho administrativo, etc. “A multiplicidade é tão grande dentro de uma comunidade que o padre não vai poder olhar, respirar e sentir quem veio, quem não veio, quem se afastou, quem não se afastou, dentro de sua correria. Os leigos são aqueles que estão presentes em meios às vilas, aos lugares. Esses estão muito cientes de quem parou de vir”. 

Para Dom Francisco é exigência de uma igreja em saída assumir a missionaridade e ir ao encontro daqueles que se afastaram da comunidade, dos que não participam assiduamente, dos batizados que não vivem mais a sua fé, dos que não reconhecem Jesus Cristo ou o recusaram. A renovação acontece também em pedido do Concílio Vaticano II, da Christifideles laici, dos Documentos da CNBB, pelo direito de participação dos leigos e para os conselhos promoverem unidade, comprometimento e pastoreio. 

Projeto de revitalização



A revitalização acontecerá em três etapas: 1) formação técnica; 2) administração e economia; 3) espiritualidade. A primeira fase começa no próximo ano em todas as paróquias. Se for necessário, seguirá até 2021. Depois será instituído o GRAEP (Grupo de Reflexão de Ação Evangelizadora de Paroquial), que dará continuidade ao trabalho e seus membros serão os assessores. O objetivo é nunca terminar o serviço. “Essa é a missão própria de um verdadeiro CMPP e CMPC: tornar-se uma comunidade eclesial missionária. ”

Quem vai participar dos encontros são o pároco, o vigário paroquial, os diáconos, os ministros, catequistas, membros das pastorais, movimentos ou serviços eclesiais, os responsáveis pela administração e economia em cada uma das paróquias. As paróquias quando receberem o encontro, serão responsáveis por preparar o ambiente.



Fotógrafo: Eduardo Schmitz

Fonte: Viviane Antunes/ Comunicação

Indique a um amigo
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2019 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.