NOTÍCIAS
Notícias Diocesanas
 
14.Nov - Ordenações de diáconos permanentes será em dezembro
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
No dia 13 de dezembro ocorrem as ordenações diaconais da Diocese de Joinville. O rito de ordenação será presidido pelo bispo Dom Francisco Carlos Bach. Oito candidatos receberão o Sacramento da Ordem. 

Os futuros diáconos, que irão servir em suas paróquias, passaram por um período de preparação de quatro anos. Eles estudaram em escolas de formação diaconal em Florianópolis, Blumenau e Curitiba.

A cerimônia será realizada na paróquia São José Operário, no bairro Anita Garibaldi, em Joinville/SC, às 19h30. A comunidade matriz fica na rua Independência, 896. Serão ordenados diáconos permanentes, os candidatos: 

Adílio Antunes – Paróquia São Pedro de Alcântara (Guamiranga) – Guaramirim 
Lema “Estou no meio de vós como aquele que serve” – Lc 22,27

Adilson Neitzel – Paróquia Sagrado Coração de Jesus (Pirabeiraba) – Joinville
Lema “Quem e que vou enviar? Quem irá de nossa parte? E eu respondi: Eis-me aqui! Envia-me”. Is 6,8

Francisco Cesar de Moraes – Paróquia São José (Centro) – Mafra
“Buscai primeiro o reino de Deus” Mt 6,33

José Vieira Monteiro – Paróquia Nossa Senhora de Fátima (Itaum) – Joinville
“Faça-se em mim segundo a tua palavra” Lc 1,38

Leoberto Kuhnen – Nossa Senhora de Fátima (Itaum) – Joinville
“Nunca, jamais desanimeis, embora venham ventos contrários” Santa Paulina

Marcelino Mosca – Paróquia São José Operário (Anita Garibaldi) – Joinville
“Tudo posso naquele que me fortalece” Fl 4,13

Miguel Francener – Paróquia São Judas (Água Verde) – Jaraguá do Sul
“Tive fome e tu me deste o que comer” Mt 25,35

Valdir Kubiak – Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Oxford) – São Bento do Sul
“Tudo posso naquele que me fortalece” Fl 4,13

Ordem Diaconal


O sacramento da ordem se divide em três diferentes graus: episcopal (bispo), presbiteral (padre) e diaconal (diácono). Os diáconos são ordenados para o serviço da palavra, da liturgia e da caridade. Eles podem realizar batismos e matrimônios, celebrar a Liturgia da Palavra, e também evangelizar. Diferente dos sacerdotes, não podem presidir missas, fazer a consagração eucarística, administrar a unção dos enfermos e nem dar a absolvição dos pecados em confissões. 

Para o coordenador dos diáconos da Diocese de Joinville, Lino Dalpiaz, o diácono é um sinal de evangelização no meio do povo. “Nós estamos direto dentro da própria comunidade, junto do povo, da paróquia, da cidade, do bairro. Então é mais fácil você entender o que precisa ser feito do que o padre que não tem vivência lá."

De acordo com o Catequismo da Igreja Católica, 1570, "os diáconos participam de modo especial na missão e na graça de Cristo. O sacramento da Ordem marca-os com um selo ('caráter') que ninguém pode fazer desaparecer e que os configura com Cristo, que se fez 'diácono', isto é, o servo de todos".

Requisitos para o diaconato


Para se tornar um diácono é preciso sentir um chamado para a vocação, alimentar o lado espiritual, e ter o prazer em estar ajudando. Diácono Lino, comenta que os candidatos precisam entender essa dedicação não é somente para um momento, mas para a vida. “Não dá para dizer: 'você é diácono só final de semana'. Tem que haver um chamado e tem que ter uma resposta. O chamado nesse caso é para Deus. ”

É necessário que o vocacionado tenha no mínimo 35 anos e ensino médio completo, saber se comunicar, ter condições físicas e financeiras para poder atender a comunidade. É desejável que seja já casado, mas não há proibição em ordenar solteiros. É recomendado que os filhos já tenham uma idade que possam compreender o trabalho do pai de evangelização. Além disso, o diaconato não pode prejudicar o matrimônio. É preciso haver aprovação da esposa, da comunidade, da paróquia e do bispo.

A formação


Os futuros diáconos precisam participar, por um período de quatro anos, de uma escola, tendo em vista a convivência e a formação espiritual. Lá também ganharão conhecimento teológico para poder atuar. Atualmente, há 21 homens da Diocese de Joinville em formação.

A frequência dos encontros varia em cada escola. Em Florianópolis acontece em três etapas por ano, durante 10 dias. Em Blumenau, acontece nos meses de janeiro e julho, por dez dias. Em Curitiba, as aulas acontecem nos finais de semana, a cada 15 dias, facilitando a participação dos candidatos que não podem se ausentar do trabalho para participar da formação. 

O rito de ordenação


Depois de passar pela escola de formação diaconal, os candidatos só se tornarão diáconos após participar da cerimônia sacramental. No rito, os candidatos se prostam como uma demonstração de resignação, se despojando de tudo para se entregar ao bispo. Também ocorre a imposição das mãos do bispo sobre a cabeça do candidato. Assim realiza a prece de ordenação. O momento finaliza com a entrega do Evangeliário feita pelo bispo para o ordenado.

SERVIÇO:
Ordenações Diaconais – Diáconos Permanentes
Quando: 13 de dezembro de 2019
Horário: 19h30
Onde: Paróquia São José Operário. Rua Independência, 896, Anita Garibaldi – Joinville/SC
Candidatos: Adílio Antunes, Adilson Neitzel, Francisco Cesar de Moraes, José Vieira Monteiro, Leoberto Kuhnen, Marcelino Mosca, Miguel Francener e Valdir Kubiak. 


Fotógrafo: Gildo da Silva

Fonte: Viviane Antunes/ Comunicação

Indique a um amigo
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2019 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.