NOTÍCIAS
Notícias Diocesanas
 
25.Out - Programação de Missas nos cemitérios da Diocese de Joinville
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -

No dia 2 de novembro, Dia de Finados, a Igreja Católica celebra a esperança da vida eterna e faz orações pelos fiéis falecidos. Nessa data acontecem celebrações em cemitérios e igrejas. Além disso, a Igreja também permite que seja feita a indulgência de algum falecido que é quando uma pessoa reza pela remissão dos pecados de alguém que já morreu. 

O padre Renato dos Santos escreveu uma mensagem que será divulgada em toda a Diocese de Joinville no Dia de Finados. Confira o texto:

O Amor vence a morte

 

O dia de Finados, antes de mais nada, trata-se de um bom momento para refletirmos sobre o sentido da vida: neste mundo atual e no plano transcendente. “Finados” deriva de “finar”, isto é, “falecer”, “terminar”. No século décimo a Igreja Católica instituiu este dia, com o objetivo específico de intensificar as orações pelos que terminaram sua caminhada terrena e, ao mesmo tempo, professar a fé em Deus, que é sempre Deus da Vida e nunca da morte (Mt 22,31-32; Jo 10,10b). A prova disso é seu próprio Filho Jesus Cristo, vencedor da morte. 

O local específico para reverenciarmos nossos entes queridos falecidos é precisamente o “cemitério”. O termo cemitério origina-se da língua grega e significa “dormitório”, ou seja, local onde estão os que “dormem”.

A reflexão essencial que devemos fazer na celebração de finados não é, certamente, a questão da morte, mas sim a questão da ressurreição. A profundidade da questão está em que temos a responsabilidade de viver bem esta vida. Não teremos outra possibilidade de vida aqui neste mundo material. A vida, dom de Deus, é única e intransferível. Nascemos e morremos uma única vez (Hb 9,27).

A ressurreição é uma questão de amor. Só o amor explica a ressurreição. O amor de Deus por mim, por ti, por nós é tão forte, grande, puro, desinteressado que só tinha mesmo que desembocar na vida eterna. Para quem entende o amor de Deus não encontrará dificuldade em acreditar e se empenhar, ao máximo, para conseguir esta maravilha de vida que é precisamente a vida eterna (1Jo 4,10; Ef 1,5-8). Ressurreição é amor e amor é comunhão. Seremos julgados pela nossa pouca ou muita capacidade de amar.

Se devêssemos nos apresentar hoje, diante do Senhor da vida, estaríamos com débito ou crédito em matéria de amor? Alimentemos cada vez mais a certeza de que, em Cristo Ressuscitado, a Vida venceu a morte.



Programação nos cemitérios no dia 2/11




JOINVILLE


CEMITÉRIO MUNICIPAL

8h – Missa

10h – Missa com o Bispo Dom Francisco Carlos Bach

15h – Missa


CEMITÉRIO CRISTO REI – bairro Vila Nova

9h e 15h – Missa


CEMITÉRIO MOTUCAS – bairro Vila Nova

9h – Missa


CEMITÉRIO PARQUE JARDIM DAS FLORES – Zona Industrial

9h – Missa


CEMITÉRIO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA – bairro Itaum

9h e 16h – Missa


CEMITÉRIO SÃO SEBASTIÃO – bairro Iririú

9h e 16h – Missa


CEMITÉRIO CUBATÃO

9h e 16h – Missa


CEMITÉRIO DONA FRANCISCA – Distrito Industrial

8h, 11h e 16h – Missa


CEMITÉRIO DA COMUNIDADE SÃO JOSÉ - Pirabeiraba

8h – Missa


CEMITÉRIO DA COMUNIDADE SÃO SEBASTIÃO – Pirabeiraba

8h – Missa


CREMATÓRIO ANGELUS 

9h - Missa


ITAIÓPOLIS

8h – Missa na Matriz Nossa Senhora da Medalha Milagrosa. Após procissão até ao Cemitério Municipal


ARAQUARI

8h - Cemitério Municipal, no Centro 

10h - Cemitério da comunidade São Sebastião, no bairro Corveta

16h - Cemitério da comunidade do Sagrado Coração de Jesus, no bairro Itapocú

10h – Cemitério da Localidade Morro Grande


BALNEÁRIO BARRA DO SUL

8h – Cemitério do bairro Maria Fernanda


JARAGUÁ DO SUL

8h – Cemitério Nereu Ramos

8h – Cemitério Santo Antônio

8h – Cemitério Chico de Paulo da Comunidade Santa Cecília, bairro Chico de Paulo

8h – Cemitério da Vila Rau da Comunidade Santa Clara, bairro Vila Rau

15h – Cemitério da Vila Lenzi



SÃO FRANCISCO DO SUL

9h – Cemitério Municipal, do bairro Icaraí



MASSARANDUBA

9h – Cemitério da Igreja Matriz


MAFRA

8h30 - Cemitério da comunidade Augasta Vitória 

8h30 - Cemitério Comunidade Saltinho da Canivete 

9h – Cemitério Municipal de Mafra

9h – Cemitério da Comunidade Butiá do Bráz

15h – Cemitério da Comunidade General Brito


CAMPO ALEGRE

8h30 – Cemitério do bairro Fragosos

9h30 – Cemitério da Comunidade Santo Antônio – bairro Avenquinha


RIO NEGRINHO

8h30 – Cemitério da localidade de Queimados

10h – Cemitério Caunal, no Distrito de Volta Grande

9h30 – Cemitério Parque da Colina – Centro


SÃO BENTO DO SUL

9h – Cemitério Dona Francisca, bairro Dona Francisca

9h30- Cemitério Municipal, Centro

9h30 – Cemitério Jardim, bairro 25 de Julho

6h30 – Cemitério da Comunidade nossa Senhora da medalha Milagrosa – Rio vermelho Povoado

8h – Cemitério São Venceslau, da Matriz São José

10h – Cemitério da localidade Rio Natal

16h – Cemitério da Comunidade Nossa Senhora de Fátima, localidade Rio Vermelho Estação



Fotógrafo: divulgação

Fonte: Tatiana Sabatke / Pascom

Indique a um amigo
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2019 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.