NOTÍCIAS
Palavra do Bispo
 
05.Ago - Ser catequista: sinal de amor a Jesus e a sua Igreja
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -

No último domingo do mês de agosto, dedicado às vocações, celebramos o Dia do Catequista.  Estou referindo-me às pessoas que, com enorme amor a Jesus Cristo e à sua Igreja, disponibilizam seu afeto e tempo a serviço da educação da fé do próximo. Realizam um trabalho persistente que gera frutos de primeira qualidade, pois os filhos do Pai Eterno fazem a experiência vital que Jesus Cristo é o Caminho, a Verdade e a Vida. 

A catequese está no centro da vida da Igreja. É uma das tarefas primordiais, como meio para responder à missão de evangelizar recebida do próprio Senhor Jesus. Catequese é a soma de todos os esforços para levar as pessoas a crer que Jesus é o Filho de Deus e que nele terão a vida verdadeira. Ela procura encontrar caminhos novos para responder aos desafios próprios de cada época. Em nossos dias, exige-se a formação de uma comunidade cristã missionária que anuncie, na sua autenticidade, o Evangelho e o torne fermento de comunhão e participação na sociedade e de libertação integral do ser humano. 

A catequese se prolonga pela vida inteira. Todos, crianças e adultos, são conduzidos ao centro do Evangelho, a saber, a optar por Jesus Cristo e seu seguimento. A catequese vai além do ensino, pois põe em prática a dinâmica do encontro com Jesus Cristo vivo e da experiência do Evangelho. Ela alimenta a fé nas celebrações e na liturgia, proporciona formação orgânica e sistemática da fé, desenvolve o compromisso com a missão e com a ação sócio-transformadora à luz da Palavra de Deus e dos ensinamentos da Igreja. A catequese, que sempre supõe a evangelização, busca aprofundar e amadurecer a fé do cristão para que este se incorpore à comunidade cristã. 

A catequese não prepara simplesmente para este ou aquele sacramento. Receber um sacramento é consequência da adesão à proposta do Reino de Deus, vivida na Igreja. A fé cristã é permanentemente alimentada pelos sacramentos.  A catequese educa as consciências, atitudes, espírito e projeto de vida segundo Jesus. As bem-aventuranças e os mandamentos, lidos e praticados à luz do Evangelho, e com suas consequências éticas e morais, tanto pessoais como sociais, fazem parte do conteúdo essencial da educação dos seguidores de Jesus Cristo.

A catequese é um processo permanente de educação da fé, colocada por Deus no coração do ser humano. Cabe ao catequista cultivar o dom, alimentá-lo e ajudá-lo a crescer primeiro em seu coração para que sua experiência de vida cristã possa transbordar aos irmãos. O discipulado leva à proximidade e intimidade com Jesus Cristo e ao compromisso com a comunidade e com a missão. 

A catequese é uma ação da Igreja que transmite a fé que ela mesma vive e o catequista é um porta-voz da comunidade e não de uma doutrina pessoal. Por ser educação orgânica e sistemática da fé, a catequese se concentra naquilo que é comum para o cristão: educa para a vida de comunidade, celebra e testemunha o compromisso com Jesus. Ela exerce, portanto, ao mesmo tempo, as tarefas de iniciação, educação e instrução. É um processo de educação gradual e progressivo, respeitando os ritmos de crescimento de cada um.

Agradeço aos responsáveis pela Animação Bíblico-Catequética de nossa Diocese pela formação dos catequistas, pois estes são, a seu modo, os intérpretes da fé da Igreja junto aos catequizandos. Ser catequista é viver uma vocação característica dentro da Igreja, é uma realização da vocação batismal. É um chamado para a especial missão de evangelizar. Parabéns aos catequistas, discípulos missionários de Jesus Cristo, pela nobre missão que realizam em nossa Diocese. 


Indique a um amigo
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2019 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.