PARÓQUIAS
Paróquia Nossa Senhora de Fátima | Itaum
 
A Paróquia
Paróquia Nossa Senhora de Fátima | Itaum

Localizada no bairro Itaum, em Joinville/SC, a Paróquia Nossa Senhora de Fátima começou a ganhar forma em 1950, quando João da Costa Junior percebeu que havia a necessidade de a região ganhar uma igreja, já que na época a comunidade ia à missa no Sagrado Coração de Jesus. Então ele doou parte de um terreno, onde hoje é a paróquia, para a construção de uma capelinha. No início havia ficado decidido que a capela seria de madeira, mas depois ela foi construída de alvenaria. Na época a imagem da padroeira ficava na casa de João, já que a igreja ainda estava sem portas e janelas e, portanto, não havia um lugar para guardar a imagem. Segundo seu Octavio da Costa, 87 anos, que é filho de João da Costa Junior e de Maria Julia Pereira da Costa, a primeira missa foi rezada ainda quando havia só a estrutura levantada. “Como não havia lugar, na capela, para deixar a imagem de Nossa Senhora de Fátima, meu pai se dispôs a guardar ela em sua casa. A primeira missa foi rezada quando ainda era chão batido na capela, não havia nem portas e nem janelas, as pessoas saiam em procissão da casa do pai juntamente com a imagem de Nossa Senhora e iam até a capela para a missa”, lembra.
Octavio também diz que na época houve grande envolvimento da comunidade para que fosse construída uma igreja na região. O local, que na época se chamava “bupeva”, possuía estradas de difícil acesso, as atividades econômicas eram baseadas na agricultura de subsistência e também para venda quando excedente. Não tinha comércio, fazendo com que a população buscasse os produtos das mercearias em outro bairro.

A igreja já foi reconstruída três vezes. A última reconstrução começou há 15 anos e tem previsão de término no próximo ano, em 2015. Hoje ela está passando por um acabamento final e vai ter uma torre para o sino. A paróquia conta atualmente com três capelas: Santa Terezinha do Menino Jesus, João Paulo II e Padre Ezequiel. Segundo o pároco, padre João Brolini, o sonho é que a paróquia se transforme em um santuário: o Santuário de Fátima.

Pastorais e Fiéis

Já se passaram 64 anos desde que o primeiro tijolo foi colocado na paróquia e atualmente ela conta com cerca de 1,2 mil pessoas engajadas em alguma pastoral. Existem mais de 40 pastorais atuantes e as que ganham destaque são: Pastoral da Família, a Pastoral da Juventude e a Pastoral do Dízimo. Outro ponto forte da comunidade é o Apostolado da Oração que possui 300 pessoas atuantes. A paróquia tem capacidade hoje para 2,5 mil pessoas.

Padroeira

O nome da paróquia foi dado por meio de um morador que havia feito uma promessa a Nossa Senhora de Fátima e alcançado a graça. Ele então pediu para o pároco da época, ainda quando era capela, para que a padroeira fosse Nossa Senhora de Fátima e não das Graças, como tinha sido previamente combinado. Aceito o pedido, a troca foi feita e o nome ficou Nossa Senhora de Fátima.

Imagem de Nossa Senhora de Fátima de Portugal

A paróquia possui uma imagem da padroeira, Nossa Senhora de Fátima, que veio de Portugal. É considerada uma réplica perfeita da original. Ela foi doada pelo Pe. Fernando Gonçalves, fundador da Comunidade Restauração, do bairro Vila Nova. Ele mesmo foi buscar em Portugal e doou para a paróquia.

 
O Padroeiro
O Padroeiro

A história emocionante de sua aparição aos três pastores na aldeia de Leiria, região de Fátima, Portugal, espalhou muito rapidamente a sua devoção pelo mundo. Primeiro, houve três aparições de um anjo que se identificou como Anjo da Paz, e preparou as crianças para as grandes revelações.

No dia 13 de maio de 1917, em um dia claro, as três crianças, Lúcia, Jacinto e Francisca, estavam pastoreando nas colinas, quando sobre uma pequena azinheira, surge um clarão após um relâmpago, e a figura "de uma Senhora vestida de branco, mais brilhante que o sol, reluzindo mais clara e intensa que um copo de cristal cheio de água cristalina, atravessado pelos raios de sol mais ardente". Ela dirige-se às crianças e lhes pede que rezem o terço todos os dias pela paz do mundo, que peçam pela conversão dos pecadores, e pelo fim da guerra. As aparições continuam, e sempre a Virgem repete que se ore pela paz e pela conversão dos pecadores e que se reze o terço diariamente.

Com o correr dos dias o povo acorreu ao local e testemunhou a aparição de uma nuvem branca sobre a azinheira, enquanto as crianças rezavam o terço, Lúcia conversava em voz alta. A Virgem voltou muitas vezes, falou muito, e revelou terríveis acontecimentos, que poderiam acontecer se o povo não se convertesse e rezasse o terço.

Estas profecias realmente se concretizaram: a desintegração do comunismo, as aberrações morais de nossa época. A última profecia, cercada de mistério por tantos anos, foi recentemente revelada pelo Papa João Paulo Segundo, que diz respeito ao atentado que o mesmo sofrera em 1980.

Hoje o nome Fátima é sinônimo de Nossa Senhora em muitos lugares, principalmente no Brasil. Talvez o local mais acorrido de peregrinações na face da terra, depois da Terra Santa.

Em Fátima os milagres acontecem. E sempre com a mesma intensidade do tempo de Lúcia, Jacinto e Francisco.

 

Horários

MISSA
 
ATENDIMENTO
 

Contato

Telefone: (47) 3466-0315
 
 
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2018 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.