PARÓQUIAS
Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição | Boa Vista
 
A Paróquia
Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição | Boa Vista

Localizada no bairro Boa Vista de Joinville/SC a Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição já completou seu jubileu de ouro, são mais de 50 anos de história e evangelização. O terreno para a construção da igreja foi doado pela família Amaral. Seu primeiro pároco foi Pe. Helmuth Berkenbrock. Antes mesmo de se tornar paróquia a primeira missa foi celebrada, em 1932. Por muitos anos, ainda quando capela, pertenceu a Catedral São Francisco Xavier e somente em 11 de março de 1965 se tornou paróquia. Ao todo oito padres já foram párocos da igreja. Atualmente o Pe. Helias de Oliveira é quem a administra.

Nos anos de 1970 a população cresceu no entorno da paróquia, muitos vinham do Sul de Santa Catarina e também do Paraná. Em consequência disto a primeira capela construída em 1950 acabou se tornando pequena para atender os fiéis, então uma nova igreja foi construída em formato redondo. De acordo com o antigo pároco, Pe. Otávio, o que contribuiu muito para o desenvolvimento da paróquia nos anos 50 foram as Irmãs Canossianas.

Ao todo são 25 pastorais e movimentos ativos na paróquia. Além de obras e também associações. Movimentos como o Cursilho e também o EPC (Encontro de Pais com Cristo), que trabalham com crianças, jovens, famílias e casais de segunda união. Entre outras estão: a Pastoral do Dízimo, Pessoa Idosa, Grupos Bíblicos de Reflexão, catequese, Apostolado da Oração, liturgia, RCC, Pastoral da Criança, Pastoral da Saúde, ministros, Pastoral Familiar, grupo de jovens, entre outros. Ao todo a igreja matriz tem capacidade para 800 pessoas, onde são celebradas missas todos os fins de semana. Ao longo da caminhada da paróquia, surgiram duas comunidades, Santa Luzia que já completou seu jubileu de prata e a Comunidade Jesus Misericordioso.


Praça Memorial
A praça memorial foi construída para conciliar três coisas: segurança, qualidade de vida e elo histórico. Grades foram colocadas em volta da paróquia para garantir mais segurança, além disso, a praça recebeu uma imagem moderna de Nossa Senhora da Imaculada Conceição iluminada. O memorial foi feito para se ter elo histórico entre as pessoas com o passar dos anos. Segundo Pe. Otávio, aquilo que aconteceu há 50 anos não se tem registro e por isso foi construída essa cápsula do tempo. “Assim nós temos uma ligação com as pessoas que ajudaram a fazer essa praça, inclusive elas deixaram sua homenagem em medalhinhas”, diz. O memorial possui três volumes, que são as três comunidades. As duas menores são as duas capelas e a do meio é a igreja Matriz.

 
O Padroeiro
O Padroeiro

Mais do que memória ou festa de um dos santos de Deus, neste dia estamos solenemente comemorando a Imaculada Conceição de Nossa Senhora, a Rainha de todos os santos.

Esta verdade, reconhecida pela Igreja de Cristo, é muito antiga. Muitos padres e doutores da Igreja oriental, ao exaltarem a grandeza de Maria, Mãe de Deus, usavam expressões como: cheia de graça, lírio da inocência, mais pura que os anjos.

A Igreja ocidental, que sempre muito amou a Santíssima Virgem, tinha uma certa dificuldade para a aceitação do mistério da Imaculada Conceição. Em 1304, o Papa Bento XI reuniu na Universidade de Paris uma assembleia dos doutores mais eminentes em Teologia, para terminar as questões de escola sobre a Imaculada Conceição da Virgem. Foi o franciscano João Duns Escoto quem solucionou a dificuldade ao mostrar que era sumamente conveniente que Deus preservasse Maria do pecado original, pois a Santíssima Virgem era destinada a ser mãe do seu Filho. Isso é possível para a Onipotência de Deus, portanto, o Senhor, de fato, a preservou, antecipando-lhe os frutos da redenção de Cristo.

Rapidamente a doutrina da Imaculada Conceição de Maria, no seio de sua mãe Sant’Ana, foi introduzido no calendário romano. A própria Virgem Maria apareceu em 1830 a Santa Catarina Labouré pedindo que se cunhasse uma medalha com a oração: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós”.

No dia 8 de dezembro de 1854, através da bula Ineffabilis Deus do Papa Pio IX, a Igreja oficialmente reconheceu e declarou solenemente como dogma: “Maria isenta do pecado original”.

A própria Virgem Maria, na sua aparição em Lourdes, em 1858, confirmou a definição dogmática e a fé do povo dizendo para Santa Bernadette e para todos nós: “Eu Sou a Imaculada Conceição”.

Nossa Senhora da Imaculada Conceição, rogai por nós!

 

Horários

MISSA
  • Matriz | 1º Sábado do mês | 8h                                  Missa em Devoção a Nossa Senhora
  • Matriz | Sábado | 19h
  • Matriz | Domingo | 8h - 19h
  • Matriz | Quarta-feira | 15h
  • Matriz | 2ª Quinta-feira do Mês | 19h30
 
ATENDIMENTO
 

Contato

Telefone: (47) 3028-5061 / 3028-6062
 
 
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2018 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.