PARÓQUIAS
Paróquia São Judas Tadeu - Itaum
 
A Paróquia
Paróquia São Judas Tadeu - Itaum

A Paróquia São Judas Tadeu é formada por mais de 20 pastorais e movimentos, além de contar com mais de 40 Grupos Bíblicos de Reflexão. Semanalmente reúne quase mil pessoas nas missas e milhares de fiéis no Grupo de Oração, que acontece sempre às quintas-feiras.
A ideia de fundar a quarta igreja católica de Joinville, em 1965, partiu do bispo Dom Gregório Warmeling, que tinha a intenção de levar a igreja para perto do povo. Padre Érico Ahler, SCJ, vigário da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, no Bucarein, tratou de repartir a intenção do bispo, confiando a missão a um grupo de fiéis da Matriz.
Reunidos na casa de Juvenal Pereira, prontamente assumiram o desafio de transformar as dependências do salão Linencia – antigo Fluminense – na sede da primeira comunidade do Sagrado Coração de Jesus em Joinville. “Da reunião, fomos direto para o salão. Planejamos o que seria feito, e com muito trabalho voluntário, reformamos o forro, o piso, as janelas e alteramos a fachada para o formato próprio de uma igreja”, conta João Vieira.
Com a igreja pronta, faltava-lhe um nome. Surgiram várias sugestões, entre elas, a do padre Pedro Paulo Dias, vigário destinado a trabalhar diretamente na nova comunidade. “Por que não São Judas Tadeu? É um santo muito forte, muito protetor, com relatos de várias bênçãos em São Paulo. Além disso, já temos a imagem do Santo guardada no galpão da Matriz”, argumentou o sacerdote. A ideia teve aprovação unanime, e desse modo, surgiu a 1ª igreja do padroeiro em Santa Catarina.
A partir de 1966, a contribuição dos sócios do Centro Social e Religioso permitiu a aquisição de lotes de terra. Um ano depois, o Galpão de Festas foi construído. Em 15 de junho de 1969, foi lançada a pedra fundamental da Comunidade São Judas Tadeu. A obra levou anos para ser concluída, pois a cobertura era muito cara. O galpão inicial precisou ser reformado e a estrutura de alvenaria começou a ser erguida na gestão de Paulo Reinert. Aos poucos, o Centro Comunitário padre Flávio Morelli completou a estrutura atual. Em 2010, o presbitério da igreja passou por reformas.
No dia 26 de junho de 1965, realizou-se a primeira festa em benefício do novo Centro. A partir de então, todos os anos, dois eventos eram realizados na Comunidade: uma em junho e outra no final do mês de outubro, em honra ao Padroeiro.
A imagem do padroeiro foi trazida em procissão da Matriz no dia 28 de agosto de 1965, sendo mantida na igreja até os dias de hoje. Ao longo destes 46 anos, anualmente, a festa em honra a São Judas Tadeu é celebrada, com procissões, novenas, celebrações festivas e gastronomia.

 
O Padroeiro
O Padroeiro

São Judas Tadeu foi um dos 12 apóstolos de Jesus Cristo, e segundo a tradição, era primo de Nosso Senhor Jesus Cristo. (Nota: não confundir com Judas Iscariotes, o traidor, que por não crer no perdão e na misericórdia de Jesus, enforcou-se).

São Judas Tadeu escreveu uma epístola endereçada aos judeus-cristãos da Palestina. Pregou o Evangelho na Mesopotâmia, Edessa, Arábia, Síria e Pérsia, onde foi martirizado em 28 de outubro, dia em que a Igreja o festeja.

No Brasil, a devoção a São Judas surgiu no início deste século, alcançando, porém, popularidade muito grande. É invocado como o advogado das causas desesperadas e dos supremos momentos de angústia.

Os dois principais centros de sua devoção estão localizados na capital do Estado de São Paulo, e na cidade do Rio de Janeiro. São Judas Tadeu. Suas relíquias se encontram em Roma, na Basílica de São Pedro, junto com as de São Simão.

Oração do São Judas Tadeu: São Judas Tadeu, glorioso, fiel servo e amigo de Jesus, o nome do Traidor foi causa de que fosseis esquecido por muitos, mas a Igreja vos honra e invoca universalmente como patrono nos casos desesperados, nos negócios sem remédio. Rogai por mim que sou tão miserável! Fazei uso eu vos imploro, desse particular privilégio que vos foi concedido de trazer viável e imediato auxílio, onde o socorro desapareceu quase por completo.

Assisti-me nesta grande necessidade, para que eu possa receber as consolações e o auxílio do céu em todas as minhas precisões, atribulações e sofrimentos, alcançando-me a graça de (fazer o pedido), e eleitos por toda a eternidade. Eu vos prometo, ó bendito Judas lembrar-me sempre deste grande favor, e nunca deixar de vos honrar, como meu especial e poderoso patrono e fazer tudo o que estiver ao meu alcance para incentivar a devoção para convosco. Amém, São Judas Tadeu, rogai por nós e por todos os que vos honram e invocam o vosso auxílio!

Devoção: À palavra de Nosso Senhor Jesus Cristo

Padroeiro: Das causas perdidas e desesperados

 

Horários

MISSA
 
ATENDIMENTO
 

Contato

47-32071365
47-32071366
 
 
 
 
  • Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC

  • 47 3451-3700

  • midiasocial@diocesejoinville.com.br

  • Acessar o Webmail

  • Copyright © 2018 Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados.