A VOZ DA IGREJA > Liturgia Diária
03.Out - 27º Domingo do Tempo Comum
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
  • 1ª Leitura
  • Salmo
  • 2ª Leitura
  • Evangelho
  • Primeira Leitura (Gn 2,18-24)


    Leitura do Livro do Gênesis:


    18O Senhor Deus disse: “Não é bom que o homem esteja só. Vou dar-lhe uma auxiliar semelhante a ele”.


    19Então o Senhor Deus formou da terra todos os animais selvagens e todas as aves do céu, e trouxe-os a Adão para ver como os chamaria; todo o ser vivo teria o nome que Adão lhe desse.


    20E Adão deu nome a todos os animais domésticos, a todas as aves do céu e a todos os animais selvagens; mas Adão não encontrou uma auxiliar semelhante a ele.


    21Então o Senhor Deus fez cair um sono profundo sobre Adão. Quando este adormeceu, tirou-lhe uma das costelas e fechou o lugar com a carne. 22Depois, da costela tirada de Adão, o Senhor Deus formou a mulher e conduziu-a a Adão.


    23E Adão exclamou: “Desta vez, sim, é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada ‘mulher’ porque foi tirada do homem”.


    24Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e eles serão uma só carne.


    - Palavra do Senhor.


    - Graças a Deus.

    Segunda Leitura (Hb 2,9-11)


    Leitura da Carta aos Hebreus:


    Irmãos: 9Jesus, a quem Deus fez pouco menor do que os anjos, nós o vemos coroado de glória e honra, por ter sofrido a morte. Sim, pela graça de Deus em favor de todos, ele provou a morte.


    10Convinha de fato que aquele, por quem e para quem todas as coisas existem, e que desejou conduzir muitos filhos à glória, levasse o iniciador da salvação deles à consumação, por meio de sofrimentos. 11Pois tanto Jesus, o Santificador, quanto os santificados, são descendentes do mesmo ancestral; por esta razão, ele não se envergonha de os chamar irmãos.


    - Palavra do Senhor.


    - Graças a Deus.

    Responsório (Sl 127,1-2.3.4-5.6)


    — O Senhor te abençoe de Sião,/ cada dia de tua vida.


    — O Senhor te abençoe de Sião,/ cada dia de tua vida.


    — Feliz és tu, se temes o Senhor/ e trilhas seus caminhos!/ Do trabalho de tuas mãos hás de viver,/ serás feliz, tudo irá bem!


    — A tua esposa é uma videira bem fecunda/ no coração da tua casa;/ os teus filhos são rebentos de oliveira/ ao redor de tua mesa.


    — Será assim abençoado todo homem/ que teme o Senhor./ O Senhor te abençoe de Sião,/ cada dia de tua vida/para que vejas prosperar Jerusalém.


    — E os filhos dos teus filhos./ Ó Senhor, que venha a paz a Israel,/ que venha a paz ao vosso povo!

    Anúncio do Evangelho (Mc 10,2-16)


    — O Senhor esteja convosco.


    — Ele está no meio de nós!


    — PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.


    — Glória a vós, Senhor!


    Naquele tempo, 2alguns fariseus se aproximaram de Jesus. Para pô-lo à prova, perguntaram se era permitido ao homem divorciar-se de sua mulher.


    3Jesus perguntou: “O que Moisés vos ordenou?”


    4Os fariseus responderam: “Moisés permitiu escrever uma certidão de divórcio e despedi-la”.


    5Jesus então disse: “Foi por causa da dureza do vosso coração que Moisés vos escreveu este mandamento. 6No entanto, desde o começo da criação, Deus os fez homem e mulher. 7Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e os dois serão uma só carne. 8Assim, já não são dois, mas uma só carne. 9Portanto, o que Deus uniu o homem não separe!”


    10Em casa, os discípulos fizeram, novamente, perguntas sobre o mesmo assunto. 11Jesus respondeu: “Quem se divorciar de sua mulher e casar com outra, cometerá adultério contra a primeira. 12E se a mulher se divorciar de seu marido e se casar com outro, cometerá adultério”.


    13Depois disso, traziam crianças para que Jesus as tocasse. Mas os discípulos as repreendiam. 14Vendo isso, Jesus se aborreceu e disse: “Deixai vir a mim as crianças. Não as proibais, porque o Reino de Deus é dos que são como elas. 15Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus como uma criança, não entrará nele”. 16Ele abraçava as crianças e as abençoava, impondo-lhes as mãos.


    — Palavra da Salvação.


    — Glória a vós, Senhor.

     
    CONTATO
    Rua Jaguaruna, 147 - Centro - Joinville/SC (Cúria)
    (47) 3451-3700
    dizimo@diocesejoinville.com.br
    Trabalhe
    Conosco

    CLIQUE AQUI e envie
    seu curriculo.

    acompanhe nossas
    redes sociais
    Acompanhe o Facebook
    Acompanhe o Instagram
    Acompanhe o YouTube

    Copyright © Diocese de Joinville. Todos os direitos reservados

    Desenvolvido com amor Agência Arcanjo